6 de janeiro de 2018



A ADIG e a ASSOC. NÁUTICA E RECREATIVA GAFANHA DA NAZARÉ

EXIGEM RESPEITO PELO MEIO AMBIENTE

No dia 5 de Janeiro, pela manhã, as águas que saíam da Conduta do antigo Esteiro do Oudinot, na Marina da Associação Náutica e Recreativa da Gafanha da Nazaré, apresentavam um aspecto opalino, com manchas maiores ou menores, que não permitiam visualizar a limpidez da Ria, como demonstram as fotos.

Demos conhecimento desta poluição à Capitania, à Administração do Porto de Aveiro, ao SEPNA (Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente da GNR), à GNR da Gafanha da Nazaré e à ARH (Administração da Região Hidrográfica) da Agência Portuguesa do Ambiente.

Todas as Entidades demonstraram interesse por descobrir a origem desta descarga e enviaram equipas à Marina para se inteirarem do sucedido.

Como é do conhecimento há 4 empresas ao longo da Conduta do antigo Esteiro do Oudinot, donde, eventualmente, a poluição deverá ser proveniente.

Para descartar outras hipóteses tivemos o cuidado de verificar a entrada poente daquela Conduta, do lado do Jardim Oudinot, bem como toda a Vala paralela a sul, que se encontravam perfeitamente limpas.

Vamos aguardar que as autoridades descubram quem atenta contra o meio ambiente, nesta zona da Gafanha e que sejam punidos os prevaricadores.

HRocha

4 de dezembro de 2017



REUNIÃO da ADIG e da ANRGN com a BRESFOR


A Associação para a Defesa dos Interesses da Gafanha e a Associação Náutica e Recreativa da Gafanha da Nazaré reuniram com a BRESFOR, no dia 28 de novembro.

Recebeu-nos o Director, Eng. Fernando Mendes, acompanhado pelas responsáveis do Laboratório e da Segurança. Das duas associações, marcaram presença o presidente Humberto Rocha, acompanhado por dois elementos de cada uma delas.

Apresentámos os assuntos que nos preocupam:
     - Poluição da Bacia da Marina pelas escorrências na Conduta do antigo Esteiro de Oudinot
     O problema da Legionella.

No caso da poluição, apresentámos documentos fotográficos (em que incluímos os peixes mortos provocados por descarga em 27-12-2016) e vídeo. É evidente que ao longo daquela conduta estão sediadas 4 empresas e, por tal motivo, não é possível garantir qual ou quais poluem.

Numa exposição PowerPoint apresentada pelo Engenheiro Director e depois na visita às instalações, foi-nos garantido que todo o caudal era drenado para a SIMRIA (Saneamento Integrado dos Municípios da Ria), desde 2008, com leitura do volume de m3 efetuada por caudalímetro, à saída na fábrica.

Quanto à Legionella, preocupados com as recentes notícias sobre a infecção no Hospital São Francisco Xavier, colocámos perguntas sobre o vapor de água que se eleva, diariamente, das torres de refrigeração. Esta bactéria provoca infecção pulmonar, por inalação de gotículas contaminadas, de que pode resultar a morte.

Ficámos esclarecidos e muito mais tranquilos, face ao Plano de Emergência Interno (PEI) e às práticas da Bresfor, dando cumprimento à Diretiva Europeia, que obriga a um controlo automático e contínuo e ao registo, em cada turno, dos valores de cloro, para desinfeção do vapor das torres de arrefecimento e a análises periódicas da Legionella, no Instituto Dr. Ricardo Jorge. Completa este tratamento um filtro de gotículas que as retém, evitando a sua dispersão.

As preocupações ambientais nesta fábrica são muito diferentes, para melhor, das que encontrei na Foresa que visitei, “de motu próprio”, em 1973, em Caldas de Reyes- Espanha, para aquilatar dos malefícios que poderiam advir da instalação da Bresfor, na Gafanha.

Todos os elementos das Associações presentes na Reunião ficaram sensibilizados com a abertura e esclarecimentos prestados pelo Diretor da Bresfor e esperam desta Empresa o empenho na contínua melhoria da qualidade do ar e das águas da nossa Ria.

HRocha

29 de outubro de 2017




ROMAGEM A NOSSA SENHORA DE VAGOS –Fados de Coimbra

Para ver o filme ir a. https://youtu.be/WdSMPbas07k

A ADIG cumpriu a Romagem anual a Nossa Senhora de Vagos, prestando homenagem aos nossos antepassados.

Muitos se deslocaram de bicicleta até à Capelinha. Outros optaram por outros meios de transporte e a Capela foi pequena para acolher todos os romeiros da Gafanha que lá se deslocaram.

E os cânticos do Coral da Universidade Sénior da Gafanha foram um bálsamo para os ouvidos atentos de toda esta assistência.

De seguida atuou o grupo de fados de Coimbra “Portas de Água”, em que as guitarras e as violas acompanharam a voz maviosa do Prof. Rogério.

Editámos só "um cheirinho" deste extraordinário espectáculo, para adoçar o apetite para a próxima...

Para o ano há mais e lá os esperamos!...

Humberto Rocha





CONVITE A TODOS OS GAFANHENSES:

A ADIG ORGANIZA A ROMAGEM CICLISTA ANUAL À SENHORA DE VAGOS, NO DIA 5 DE OUTUBRO.

PARTIDA, DE BICICLETA, DO CENTRO CULTURAL GAFANHA- 10H00
INÍCIO DA CERIMÓNIA NA CAPELA DA SENHORA DE VAGOS - 11h30

ATUAÇÃO DO GRUPO DE FADOS DE COIMBRA “PORTAS DE ÁGUA”, COM FADOS E GUITARRADAS E O CORAL DA UNIVERSIDADE SENIOR DA GAFANHA DA NAZARÉ.

VAI DE BICICLETA OU MESMO DE CARRO (E, NESSE CASO, LEVA TEUS PAIS E AVÓS)… NÃO FALTES À ROMAGEM.

PODES LEVAR FARNEL E ALMOÇAR NO RECINTO DA CAPELA.


É A HOMENAGEM DAS GENTES DA GAFANHA A VAGOS, A HOMENAGEM AOS NOSSOS ANTEPASSADOS, O REGRESSO ÀS ORIGENS.

Humberto Rocha

19 de setembro de 2017


GAFANHÕES:

ESTÁ NA HORA DE DIZER BASTA A QUEM, DURANTE 4 ANOS, NÃO DEFENDEU A GAFANHA DA NAZARÉ!...

O PRESIDENTE DA JUNTA E O PRESIDENTE DA CÂMARA, PESE EMBORA SEREM FILHOS DA NOSSA TERRA, NUNCA A DEFENDERAM!... SEMPRE ESTIVERAM AO LADO DOS INIMIGOS DA GAFANHA…

BASTA LEMBRAR O CASO DO PETCOKE, O CASO DOS LIMITES DE FREGUESIA, O CASO DA NÃO ATUALIZAÇÃO DOS CADERNOS ELEITORAIS, O CASO DA REJEIÇÃO DA BANDEIRA E DO NOME DA GAFANHA, NAS FESTIVIDADES E ESPETÁCULOS.

ESTES SENHORES FORAM UNS AUTÊNTICOS VENDILHÕES DO TEMPLO QUE É A NOSSA GAFANHA DA NAZARÉ.

QUEM AMA A GAFANHA NÃO PODE COMPACTUAR COM QUEM NÃO A DEFENDE, COM QUEM NEGOCEIA EM PROVEITO DO SEU INTERESSE PARTIDÁRIO.

ESTÁ NA HORA DE DIZER BASTA E DAR A POSSIBILIDADE A OUTROS, QUE GOSTAM DA NOSSA TERRA, QUE PUGNAM POR ELA.

TEMOS ELEIÇÕES EM 1 DE OUTUBRO E NÓS TEMOS DE DEMONSTRAR O NOSSO DESCONTENTAMENTO.

BRIO GAFANHÕES, BRIO FILHOS DA GAFANHA, SEJA POR NASCIMENTO OU QUE A ADOTARAM PARA MORAR.

HÁ MAIS E BONS CANDIDATOS ÀS AUTÁRQUICAS!... ESCOLHAM QUEM JULGAM QUE VAI DEFENDER A GAFANHA, QUEM TENHA “ESPINHA VERTEBRAL”, QUE NÃO VERGUE A CERVIZ AOS PODEROSOS OU CEDA AOS INTERESSES PARTIDÁRIOS!...

É PRECISO “CORRER” COM QUEM TEM VENDIDO A GAFANHA…
BRIO GAFANHÕES, VAMOS CORRER COM OS VENDILHÕES… COM OS ATUAIS PRESIDENTES DA JUNTA E DA CÂMARA, DIA 1 DE OUTUBRO…


Humberto Rocha

10 de setembro de 2017


O ADMINISTRADOR DA EPA REUNIU COM A ADIG E A ANRGN






O ADMINISTRADOR DA EPA REUNIU COM A ADIG E A ANRGN

O Presidente e outros elementos da Associação para a Defesa dos Interesses da Gafanha -ADIG e da Associação Náutica e Recreativa da Gafanha da Nazaré -ANRGN, reuniram com o Administrador da Empresa de Pesca de Aveiro -EPA, Sr. José Taveira da Mota, no dia 28 de Julho de 2017.

Foram expostos os seguintes assuntos:

1.     Descarga de efluentes para a Ria
2.     Cheiro intenso na Marina
3.     Fuligem nos barcos e toldos
4.     Silo de restos de peixe – gaivotas e mau cheiro

Após a nossa exposição, solicitámos a melhor compreensão e um esforço no sentido de minorar os problemas que afligem a Marina e a Gafanha da Nazaré. 

Do Senhor José Taveira da Mota recebemos o compromisso de melhorar, dentro do possível, os parâmetros das descargas aéreas e dos efluentes para a Ria.

Anexámos fotos que demonstram a quantidade de fuligem que cai sobre os barcos e seus toldos, possivelmente devido a problemas dos queimadores e à pouca altura das chaminés. Foi-nos referido pelo Sr. José Taveira que tem havido problemas com as bombas de combustível, já tendo, recentemente, sido adquiridas várias.

Quanto aos esgotos para a Marina, informou que já foi tamponado o tubo de descarga, pelo que esse problema vai desaparecer. Solicitámos o maior empenho para que continue tapado permanentemente. Fomos informados que a EPA tem uma Estação de Tratamento, mas que tem havido problemas nas marés vivas, pela invasão de água salgada e consequente destruição dos microrganismos que degradam a matéria orgânica.

Quanto ao silo de restos de peixe, formulámos a opinião de que seria ótimo que estivesse aberto apenas o tempo estritamente necessário para a descarga para camions, diminuindo os odores e não atraindo tantas gaivotas. Sabemos quão difícil é acabar, totalmente, com cheiros numa fábrica de conservas, já em funcionamento há vários anos e com 300 trabalhadoras, mas pensamos que, com algum esforço, será possível reduzir esses maus odores.

Foi opinião dos elementos da ADIG e da ANRGN que este primeiro contacto foi frutífero, sendo o começo dum caminho que, esperamos, pode levar à melhoria das condições ambientais na Marina e, consequentemente, na Gafanha da Nazaré.


Humberto Rocha



ADIG VISITOU AS OBRAS DA BACIA DE 

CONTENÇÃO DE LIXIVIADOS E ETAR







O Presidente e mais 4 elementos da Direção da Associação para a Defesa dos Interesses da Gafanha -ADIG, foram recebidos, no dia 24 de Julho de 2017, pelos Engenheiros da Administração do Porto de Aveiro e da Cimpor, para apreciarem, no terreno, as obras da Bacia de Contenção de Lixiviados e a Estação de Tratamento.

O sistema de drenagem das águas lixiviantes, da zona onde é descarregado o Petcoke, é composto por 2 subsistemas absolutamente iguais e simétricos.

Uma valeta, coberta com uma grade, envolve a zona do petcoke e recolhe as escorrências de águas lixiviantes, que drenam para uma cisterna, que tem 2 bombas elevatórias. Nesta cisterna estão definidos 4 níveis de líquido. O nível mais baixo põe a 1.ª bomba a funcionar e, à medida que sobe, arranca a 2.ª. Se, excecionalmente, atinge o 4.º nível (75% da capacidade total deste depósito), o sistema dispara um alarme sonoro, que dá a indicação de haver problemas.

Estas águas contaminadas são bombeadas para 2 grandes tanques assentes no solo do Porto Comercial. Cada um deles está subdividido em dois, o 1.º faz a decantação das águas lixiviantes, passando para o 2.º a parte sobrenadante, mais limpa. Esta 2.ª divisória tem uma camada de areia que vai filtrar as águas, já anteriormente decantadas, que depois serão devolvidas à natureza.

É o finalizar dum processo que resultou na proteção das águas da Ria e em complemento às medidas já adotadas na movimentação do Petcoke, na melhoria da qualidade do ar ambiente. Agora é suficiente continuar a manter os métodos de carga e descarga já em uso.

É mais uma prova de que o diálogo pode, naturalmente, levar a resultados frutíferos, para bem das pessoas e da Natureza.

E não é com autarcas que tomam atitudes negativas, como aquelas que os Presidentes da Câmara e da Junta de Freguesia tomaram, que as nossas gentes vão melhorar a sua condição de vida.

Foi com o trabalho da nossa Associação e dos habitantes e do contributo da APA e da Cimpor, que a Gafanha da Nazaré passou a ter melhor meio ambiente e os gafanhões podem orgulhar-se de entregar aos seus filhos e netos uma Terra mais saudável.

HRocha


A GAFANHA PODE RESPIRAR FUNDO E A RIA 

ESTÁ MAIS LIMPA…

A BACIA DE CONTENÇÃO DE LIXIVIADOS E A 

ESTAÇÃO DE TRATAMENTO, ESTÃO PRONTAS…


Estão finalizadas as obras da Bacia de Contenção de Lixiviados e a Estação de Tratamento, no Cais Comercial do Porto de Aveiro.
O sistema é formado por uma bacia de captação das águas, que envolve a zona do Petcoke, que escoa para depósitos, os quais drenam para dois tanques finais de sedimentação e tratamento dos efluentes.

É a última das obras reclamadas pela Associação para a Defesa dos Interesses da Gafanha, para reduzir ao mínimo as emissões de partículas do Petcoke sobre a Gafanha da Nazaré e povoações a sul.

Vem juntar-se às benfeitorias já anteriormente realizadas pela Cimpor e pela APA: A Barreira Eólica contra Ventos Dominantes, o Canhão de água vaporizada sobre a pilha de Petcoke na carga e descarga, navios de transporte mais pequenos e começo imediato da carga para camions cobertos, cuidados com as gruas, paragem da movimentação com ventos mais fortes e a Estação de Monitorização da Qualidade do Ar Ambiente.

É o culminar feliz dum sonho e dum direito dos gafanhões. Como diria António Gedeão: “Enquanto o homem sonha, o mundo pula e avança”…

É justo reconhecer a disponibilidade que a Administração da Cimpor e o atual Presidente da Administração do Porto de Aveiro sempre tiveram para dialogar connosco, por forma a "chegar a bom porto" na minimização dos problemas da poluição pelo Petcoke e Clinquer.

Agora é obrigatório continuar a seguir o procedimento já habitual no manuseamento dos referidos produtos, proporcionando à Gafanha da Nazaré e seus habitantes um ambiente mais saudável.

E agora apenas uma nota:

Não vale a pena o Senhor Presidente da Junta, nas Assembleias, dizer que a ADIG anda “a fazer ruído”. A ADIG não precisa fazer “ruído”!... A ADIG dialoga com as Empresas e com Organismos oficiais e mostra o resultado da sua persistência, na solução dos problemas que afligem a Gafanha da Nazaré e a nossa Região.

Não vale a pena pôr-se em “bicos de pés”, Senhor Presidente, porque nenhum habitante isento e esclarecido da Gafanha da Nazaré tem dúvidas de que lado o senhor estava e quem pugnou pela solução do problema do Petcoke.

O Presidente da ADIG, Humberto Rocha

3 de julho de 2017





MELHOR TARDE QUE NUNCA!...
SANEAMENTO DO FORTE DA BARRA E DO PORTO DE PESCA COSTEIRA… está em marcha!…

Já estão no terreno as obras de saneamento do Forte da Barra e do Porto de Pesca Costeira.

Obras absolutamente necessárias para a melhoria das condições em toda esta zona e com especial relevância para a limpeza das águas da Praia do Jardim de Oudinot.

E agora sim, acreditamos que tudo melhore e que a beneficiação da qualidade da água retire a praia do Oudinot, das 4 piores de Portugal!…

E não foi com a mensagem enganadora que a Câmara quis passar, contra todas as evidências e alertas da Entidades Oficiais, de que as águas tinham qualidade, que ficámos convencidos. A mentira tem perna curta, senhor Presidente da Câmara!...

Agora sim, acreditamos… acreditamos porque vai ser concretizado o Saneamento do Forte… mau grado a proverbial passividade expectante da Câmara e da Junta de Freguesia!...

Nas reuniões da ADIG com a APA sempre pugnámos pelo saneamento da Forte e na reunião de 19 de Abril 2017 recebemos do Senhor Eng. Braga da Cruz a certeza de que tinha sido adjudicado e que iria arrancar. Disso demos conta no nosso artigo “A ASSOCIAÇÃO NÁUTICA E RECREATIVA DA GAFANHA DA NAZARÉ reuniu com a ADMINISTRAÇÃO DO PORTO DE AVEIRO”.

Reconhecemos ter de ficar agradecidos ao Presidente da APA, Eng. Braga da Cruz, pela realização das obras de saneamento, não porque o Porto de Aveiro não tivesse obrigação de as fazer, mas porque teve a coragem de avançar, enquanto tantos outros administradores que aqui passaram, nunca o fizeram!


Humberto Rocha